O suvaco de Julião

Suvaco, suvaqueira ou gangorra são nomes dados às pequenas impressoras tipográficas manuais empregadas na produção do cordel no Nordeste do Brasil. Foi um desses equipamentos que Julião – ilustrador de mão cheia e o melhor encadernador cearense da atualidade – adquiriu recentemente para ampliar a gama de sistemas de impressão de seu ateliê em Fortaleza.

De passagem pela capital cearense para palestrar no Encontro ADG sobre tipografia do último dia 04 eu não pude deixar de conhecer o ‘novo brinquedo’ do amigo. Assim, junto com Thyago! – outro fantástico ilustrador e produtor do Baião Ilustrado – fui ao encontro de Julião no fim da tarde de ontem, dia 05.

Apesar da ferrugem espalhada pelas peças da máquina e tinta vermelha ressecada nos rolos sua mecânica estava perfeita. Usamos uma força sobre-humana para colocar a impressora de volta ao seu pedestal de trabalho e começamos a lixar e limpar. Horas depois a aparência da máquina já era outra. Infelizmente não deu pra salvar por completo os rolos. Mas, pra começo eles quebrarão um galho enorme.

Agora é cair em campo para garimpar novos tipos, material branco e ferramentas e em pouco tempo teremos mais uma gráfica tipográfica reativada no Ceará. Parabéns pela iniciativa Julião e Thyago! Contem conosco pra o que for preciso.

One Response to “O suvaco de Julião”

  1. Lia says:

    ai, meu deus, mais salvadores de letrinhas!!!!
    que legal, meninos! pena que eu tive que voltar,
    queria ter participado tbm! bj

Leave a Reply